quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Casais em segunda união


Também disponível em MP3.

Programa de 20/Outubro/2010. Neste vídeo Padre Fábio de Melo atende a um casal de segunda união, que pergunta sobre a situação deles perante a Igreja, pois se sentem excomungados. Padre Fábio explica que eles não estão excomungados, pois isto significa estar separado da Igreja, eles estão apenas impedidos de receber a Eucaristia, pois a Igreja entende, à luz dos ensinamentos de Cristo, que quem está nesta situação não está apto para tanto. O mais importante é que eles não se sintam excluídos, pelo contrário, a Igreja está plenamente disposta a acolhê-los.

5 comentários:

Sandra disse...

Padre Fábio, tenho-lhe um grande afeto e respeito. Sempre que lhe ouço sinto como se Deus lhe colocasse as palavras para serem profetizadas.
Padre Fábio, sabemos que a missa é dividida em duas partes: da palavra e da comunhão com Deus.Tanto que quando ocorre um atraso e não participamos da primeira parte da missa , não comungamos. Se uma pessoa foi infeliz em seu casamento, vive um segundo matrimônio, continua com sua fé, vive uma vida em família , com amor, seguindo os mandamentos fica então impossibilitada em receber a Eucaristia?Padre Fábio, estou com este problema em casa e assim estou vendo minha filha se afastando da igreja. Eu ,meu marido e e meu pai, falecido em agosto deste ano fomos Ministros da Eucaristia, meu sogro é diácono . Veja nossa família tem boas sementes. Que tristeza para nós se ela realmente se afastar. Sábado dia 13 ela esteve conosco na missa aqui no Recreio , onde teremos uma réplica do Santuário de Fátima , fiquei muito feliz, mas aceitou o meu convite, que na verdade foi um chamado de DEUS, mas não como antes.
Grande abraço, a paz de Cristo.
Sandra Fernandes

Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil disse...

Pdre Fábio, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasiil, entende que por sermos humanos, todos est]ao sujeitos a erros. E Cristo está sempre nos perdoando. POranto a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, aceita o º casamento sob a benção matrimonial. Acho muito Correto eem acordo com o Cristianismo.

darlan_carriao disse...

lá Padre Fábio,

Em primeiro lugar: muito obrigado pelo comentário, que foi ao ar dia 20/10, sobre os meus questionamentos de "segunda união", realmente foi muito útil, como sempre.

Bem, a sua resposta foi completa, mas creio que houve uma má interpretação, pois como pode ver no texto, nós já estamos na "fila" do tribunal eclesiástico, aqui em Curitiba, estamos inclusive com o Libelo de ambos prontos.

Quando eu questionei sobre a impiedade de Deus, creio que não tenha formulado a pergunta da maneira correta: "padre, o senhor acredita realmente que Deus é tão impiedoso assim, como a igreja católica quer nos fazer acreditar ?". Sinceramente, Deus jamais seria impiedoso, porque Ele vive dentro de mim e se não fosse piedoso, jamais teria nos enviado Jesus e principalmente permitido que seu filho fosse entregue por meus pecados.

Em relação a excomunhão, padre, perdoe-me por minha ignorância e falta de conhecimento, mas sua explicação ainda não ficou clara para mim. Em conversas com outros padres - sim eu procurei e continuo procurando a igreja para me orientar - estes sempre comentaram que a hóstia é o corpo real de Cristo para que a comunidade seja unitária em comunhão com Deus, trino, é a confirmação da fé. Portanto, quem não comunga, está fora desta unidade, logo está excomungado, não faz parte da comunhão com Cristo e com os Irmãos. Isto padre, não diminui a minha fé, não diminui a minha paz, mas me falta, eu continuo assistindo as missas, novenas, confessando e vivendo a minha fé, pois o erro foi meu, logo, eu que tenho que lutar para restabelecer a ordem das coisas, não sou vitima da minha vida: sou protagonista, minhas escolhas me trouxeram aonde me encontro hoje e eu sou responsável, mais ninguém, por isto Deus nos dá livre arbítrio e as escolhas que não pedimos a sabedoria de Deus, temos grande chance de errarmos, mas Ele nunca é responsável, apenas eu.

Vamos visitar a canção nova aqui em Curitiba, para conhecer melhor, já sabemos onde fica, queremos ajudar. Já vimos encontros para casais de segunda união, mas implicavam em termos que deixar nossa filha com outras pessoas, por dois dias, e isto está fora de cogitação, nós fizemos, nós educamos, ela é responsabilidade nossa, portanto, por mais que seja importante para nos engajarmos mais, a nossa filha é nossa prioridade.

Um grande abraço Padre, Deus o abençoe por suas palavras que tanto bem faz a todos.

Carminha disse...

Paz de Jesus!
Tomei conhecimento da situação de casais da 2ª união, porém acho q a Igreja deveria investir mais nestes casais, para q haja mais aceitação em não confessar nem comungar. Pq a Igreja tira de nós o que nos é mais precioso, mas tenho certeza que o Senhor permaneça em nossos corações. Obrigada por esta oportunidade! Fica com Deus! Que Jesus o fortaleça hoje e sempre.Boa noite!

romilda disse...

olá Padre Fábio, tenho uma dúvida e gostaria de pedir seu conselho.
Eu e meu marido somos um casal em 2º união, à 8 anos.
Estamos na caminhada(RCC) à 6 anos tenho 2 filhos do meu 1º casamento e meu marido tem uma filha do 1º casamento dele, e juntos temos uma filha de 3 anos que planejamos, usamos o método billins à 6 anos, estou grávida de 6 meses, não foi uma gravidez planejada, porém estamos muito felizes com mais este presente que Deus nos deu, é um menino e vai se chamar Miguel, vou completar 40 anos, sou diabética a 13 anos , mais graças a Deus estou bem, o médico acha que pela minha idade o método billins não é muito seguro mais.
Meu marido quer fazer vasequitomia, sei que por sermos um casal em 2º união não podemos pedir absorção, mais gostariamos de pedir um conselho.
Gostaria muito de receber uma respoata desde já agradeço e peço sua benção