quinta-feira, 31 de julho de 2008

Imagens são apenas imagens


Também disponível em MP3.


Neste vídeo Pe. Fábio explica o sentido da devoção que se tem pelas imagens sagradas. O fato de serem imagens não dão à elas nenhum poder especial, imagens são apenas imagens, não têm poder de curar, de mudar as pessoas, de nada. Ao contemplarmos uma imagem, estamos apenas lembrando alguém que admiramos. O que deve ocorrer é a mudança de vida que nós mesmos devemos realizar em nossa vida, diante daquilo que uma imagem nos lembra. Quando contemplamos uma imagem de Jesus crucificado é com o objetivo de buscar compreender o porquê de tanto amor por nós, ao ponto de dar a vida por nós; buscar encontrar em Jesus a força necessária para superar nossos sofrimentos.

Quando se põe importância na imagem enquanto objeto, achando que a imagem tem poder de transformação, está caracterizada a idolatria. E não é isto que a Igreja prega, pelo contrário, conforme Pe. Fábio aqui fala. Os gestos que fazemos diante de imagens, como por exemplo uma procissão, ou um canto, etc., só terão repercussão se isto causar uma mudança em nossa forma de agir, o gesto sozinho não pode fazer nada, não podemos ficar apenas no material.
Postar um comentário