quinta-feira, 10 de abril de 2008

Cantarei, cantará


Também disponível em MP3.


Programa de 03/Abril/2008.

Na estrada, o gosto à caminhada só o tempo que dá.
Há unção na fala, na missão; o que se deu, e o que se dá.
Quando as mãos tocaram outras mãos, tudo se fez,
quantos corações sentiram Deus pela primeira vez.

Em cada página de uma história há muito pra se viver,
quando a rosa da nossa memória volta a florescer.
Nós seremos sempre jovens ao entardecer,
entregando a flor da vida para outro ser.

Cantarei, cantará, cantaremos sem parar.
Cantarei, cantará, e outra vez a rosa irá.
Postar um comentário