Vídeos pelo WhatsApp

Quer receber os vídeos pelo WhatsApp?
Veja os detalhes neste link.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Não viver para os outros

Programa de 01/Setembro/2010. Neste vídeo Padre Fábio de Melo atende a uma jovem que está sofrendo, pois todas as suas escolhas foram feitas por sua mãe, e ela não suporta mais esta situação, em que sua vontade não prevalece. Padre Fábio nos alerta que não podemos viver para os outros, não podemos fazer coisas apenas para satisfazer os outros, como cursar a faculdade que os pais querem, ter o(a) namorado(a) que a mãe quer, etc., isto é uma prisão que não podemos aceitar.

Também disponível em MP3.

8 comentários:

Dulcimar Oliveira disse...

Perfeito! Quanta profundidade e veracidade essas palavras benditas pelo Padre Fábio.
Dulcimar Oliveira

jeveaux disse...

“A pior solidão é aquela que nos ausenta de nós mesmo”.
Pe. Fábio disse tudo nesta frase.
“... Mau do século, “depressão.” É necessário rezar pela
Cura e Libertação todos os dias! Deus cura.

Douglas Diego disse...

Acho que o link não está funcionando!

Fabiano Castro Pereira disse...

Olá Douglas, você tinha razão, o link para o MP3 estava com problema, mas agora já está correto.

Anônimo disse...

Padre Fábio de Melo, sempre muito bem claro e fundamentado nos seus comentários.

Paloma disse...

Padre Fábio, atráves desse video Deus me revelou o que tanto eu pedi essa semana ao Pai. que Deus continue te abençoando. Só tenho q Louvar ao Senhor com todo meu coração. Jesus nos abençoe sempre. Paz e Bem.

sonia paula disse...

Mais uma vez obrigado pela suas palavras de vida a mim. que Deus o abençoe

Katia disse...

Não sou catolica, e gosto de te ouvir.
Acho que as "as verdades humanas", se equiparam em todas as religiões. Não importa se quem as diz é um padre, um mediun ou um monge budista. Importa sim a sensibilidade deste que fala, o dom da compaixão com os demais seres humanos.
É como o preceito de amar ao proximo como a ti mesmo: todas as religiões professam. É uma verdade universal e absoluta para quem quer se "religar" a Deus, seja por qual caminho religioso for.
Namastê (o sagrado que habita em mim saúda o sagrado que habita em voce!)