sábado, 27 de março de 2010

Raiva emburrece


Também disponível em MP3.

Programa de 11/Março/2010. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre a raiva, dizendo que ela nos emburrece, pois quando nos deixamos tomar por ela, tomamos decisões e dizemos coisas que magoam as pessoas, e que certamente não faríamos se estivéssemos sem raiva. Padre Fábio alerta que nos dias de hoje nos entregamos mais facilmente à raiva pelo fato de estarmos muito estressados, devido ao nosso ritmo de vida; e o pior é que muitas vezes colocamos as crianças em situações semelhantes, enchendo-as de atividades e deixando-as cansadas, os pais precisam ter cuidado com isto.

Este é o texto lido por Pe. Fábio no início do vídeo:

Alguns escritos orientais dizem que uma pessoa evoluída conserva sua raiva por um minuto; uma pessoa comum conserva-a por meia hora e uma pessoa ainda não evoluída conserva sua raiva por um dia e uma noite. Mas uma pessoa cheia de mágoas lembra-se de sua raiva até morrer.

É humano sentir raiva, faz parte da vida, mas devemos esquecê-la rapidamente. Não devemos alimentá-la nos lembrando dela, nem remoendo acontecimentos passados, porque a raiva causa uma grande inquietude interior.

Somos as primeiras vítimas da raiva que sentimos. Ela nos queima por dentro, tirando nossa paz; obscurece nossos pensamentos, distorce nossas percepções.

A raiva acumulada, guardada um pouco aqui e ali, nos prejudica muito e nos afasta de Deus, de nossa verdadeira essência, de nossa bondade e compaixão.

As pessoas pensam que alguém ou algo lhes provoca raiva, mas essa raiva já existe dentro delas, é criada e mantida por elas. Se você sente raiva, não pode culpar a ninguém a não ser você mesmo.

Seis tipos de pessoas são tristes: Aquelas que têm inveja dos outros, Aquelas que odeiam os outros, Aquelas que estão descontentes, Aquelas que vivem da fortuna dos outros, Aquelas que são desconfiadas, e Aquelas que têm raiva.

Verdadeiramente, é a raiva que produz as outras cinco condições que causam a tristeza. E esta raiva assume muitas formas, muitas facetas como: aflição, ressentimento, contrariedade, mau humor, aspereza, animosidade, explosões de raiva, ira, rancor, crises de choro e soluço. Muitas vezes, as lágrimas não são sinais de fraqueza, mas a força da raiva.

A raiva envenena corpo e mente. Ataques de raiva e de mau humor produzem danos sérios nas células do cérebro, envenenam o sangue, causam insônia, depressão e pânico; suprimem a secreção dos sucos gástricos e da bílis nos canais digestivos, criando gastrites e úlceras, esgotam a energia e vitalidade, causam problemas cardíacos, provocam velhice prematura e encurtam a vida. Quando você se zanga sua mente fica perturbada e isto reflete em seu corpo que sente distúrbios. Todo o sistema nervoso se agita e você se enerva, perdendo a harmonia, a eficiência de agir, o vigor e o entusiasmo. A raiva é uma energia poderosa que precisa ser dissolvida para que você possa ser mais livre e saudável.

Colocar a raiva para fora apenas agrava esta emoção negativa e a faz crescer ainda mais. Se deixarmos isto sem controle, expressando nossa raiva cada vez mais, ela não vai se reduzir e sim aumentar, gerando mais dor e inquietude para nós.

10 comentários:

Ritinha disse...

Eu sou Rita de Cássia e esse tema, me chamou muito atenção, porque, me ví em algumas dessas situações.
As vezes nos preocupamos tanto em ficar com raiva que não percebemos que as vezes estamos também magoando a quem não tem nada a ver.
Peço que Deus me dê forças para saber lidar com essa situações.

Aldenira e Rogério Lima disse...

gostei muito de texto sobre "raiva"pq vcs não postam!!!Shalom

Fabiano Castro Pereira disse...

Olá Aldenira, infelizmente eu não tenho comigo o texto que foi lido pelo Pe. Fábio, mas se eu conseguir obtê-lo colocarei aqui com certeza.

maria de lourdes carvalho disse...

Boa tarde Pe Fábio.

Suas palavras me fizeram refletir sobre o ataque de raiva que tive no dia que o sr. falou sobre "raiva emburrece", tive problemas bancarios e saí cuspindo fogo. Acabei agredindo pessoas e falando coisas que machucam. Moral do acontecido " quem mais sofreu com todo esse ataque fui eu. Fiz uma cirurgia recente de CA de Mama e tudo que preciso é de serenidade. Muito Obrigada por suas palavras.
abs

Maria de Lourdes Gabriel

fpa23 disse...

Gostei muito do texto sobre a raiva ... gostaria muito que fosse postado o texto

Por Favor.
Fernanda Fortaleza-ce

Fabiano Castro Pereira disse...

Olá Fernanda, consegui obter o texto sobre a raiva, acrescentei na postagem.

marcela... disse...

Assisti o pe. falando este texto e adorei voces terem postado,pois eu tenho uma amiga que tem ataques de raiva,e o ódio esta tomando conta dela,começou planejando vinganças assim perdendo muitas amizades e com isso últimamente ela anda se sentindo triste.Então vou mostrar este texto pra ela,quem sabe não consigo ajudar.

Rivanda Alves disse...

Passei a alguns meses atrás por provações e quando assisti o direção nesse dia, o alívio foi quase que imediato. Raiva realmente é burrice. Pena que nem todos tem disponibilidade para assistir a esse programa, alimenta a alma e acalma o espirito, realmente nos direciona.
Uma dúvida: sigo o pe. Fábio no twitter, gostaria de saber se existe um twitter do Direção espiritual tbm.

Fabiano Castro Pereira disse...

Olá Rivanda, o programa Direção Espiritual não tem twitter, apenas o Pe. Fábio de Melo: @pefabiodemelo.

sandra ferreira disse...

Hoje estou começando a ouvir a Deus e suas palavras,pois pedi meu marido a 7 anos atraz e sou a pessoa mais rancorosa e nao consigo ser diferente. queria ser uma serva de Deus, preciso muito disso. me ajude. obrigado.