sábado, 28 de novembro de 2009

Amor egoísta


Também disponível em MP3.


Programa de 19/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo atende a uma pessoa que não sabe o que fazer diante da avó que está no hospital, sentindo que ela está prestes a falecer, mas ao mesmo tempo não quer que sua avó se vá. Padre Fábio diz que diante da eminência da morte é comum ficar desejando que a pessoa fique, mas muitas vezes fazemos isto por egoísmo, é preciso tomar cuidado para que nosso amor não seja egoísta. Não precisamos pedir a Deus que leve a pessoa, mas devemos sim pedir que tenhamos a capacidade de entender que a vida tem um fim, e que precisamos nos desprender do egoísmo de querer que pessoa fique por nossa pura vontade.

Formando o caráter


Também disponível em MP3.


Programa de 19/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre a formação do caráter das pessoas, principalmente quando se é criança, algo que exige muito sacrifício. Muitos pais querem criar os filhos sem mudar seu estilo de vida, mas isto é impossível, a criação dos filhos exige muita dedicação dos pais, não dá mais pra ter a mesma vida de antes. Os limites do caráter precisam ser moldados o quanto antes, para se evitar problemas no futuro.

Equilíbrio na vida


Também disponível em MP3.


Programa de 19/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala que é preciso ter equilíbrio entre áreas da vida, não podemos valorizar muito o trabalho, ou a família, ou o namorado, é preciso equilibrar nossos sentimentos. Muitas pessoas dão muito valor a um aspecto da vida, e quando ocorre algum problema, alguma desilusão neste aspecto, tudo desaba. Enquanto que quando temos equilíbrio, vamos nos sustentando nos outros aspectos de nossa vida para seguir em frente e superar os problemas.

Amando incondicionalmente


Também disponível em MP3.


Programa de 19/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre uma mulher chamada Flor de Lis, que adotou diversas crianças de uma comunidade carente. Com este gesto ela colocou uma melodia feliz em uma letra triste. Uma destas crianças adotadas já estava inclusive envolvida com o tráfico de drogas. Com este exemplo, nos ensina de maneira simples a amar aqueles que, aos nossos olhos, não mereceriam amor. Sem precisar falar uma palavra sobre Jesus, esta mulher vive o Evangelho de uma forma muito intensa.

sábado, 21 de novembro de 2009

Vivendo as bem-aventuranças


Também disponível em MP3.


Programa de 12/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre as bem-aventuranças, dizendo que elas parecem apresentar uma contradição, pois como pode ser bem-aventurado, feliz, alguém que chora, etc? A resposta está no final de cada frase, pois cada "recompensa" explica o resultado obtido ao se viver cada situação. Com isto compreendemos o sentido de cada dificuldade que vivemos, são oportunidades de crescimento e superação.

Mudar o mundo aos poucos


Também disponível em MP3.


Programa de 12/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde a uma pessoa que pergunta como podemos ser bons em um mundo tão cheio de maldades. Muitas estruturas sociais são destrutivas, pregam a violência, somos ensinados a eliminar os outros, é uma cultura de morte. Pe. Fábio nos lembra que é preciso educar para a sensibilidade nas pequenas coisas, não devemos querer mudar o mundo. Transformando as pequenas coisas erradas que estão ao nosso redor será possível mudar os grandes problemas.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Somos aquilo que escolhemos


Também disponível em MP3.


Programa de 12/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala que Deus nos fez bons, mas é possível "estragar" esta bondade de acordo com nossas escolhas ao longo da vida. As pessoas ao nosso redor até podem nos dar mau exemplo, más influências, mas cabe a nós a escolha pelo bem ou pelo mal.

Acendendo as luzes da alma


Também disponível em MP3.


Programa de 12/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo canta um trecho da música Incendeia minha alma, do Ministério Excelsis, também gravada pelo cantor Flavinho, e fala sobre as vezes em que ocorrem "apagões" em nossas vidas, em que falta luz, falta sabor, sentimos um desconforto na alma. Nestes momentos alguém vem para nos ajudar com alguma luz, uma palavra de conforto. Precisamos pedir que Deus incendeie nossa alma, que seu Espírito Santo venha em auxílio à nossa fraqueza. Deus não faz as coisas que são de nossa responsabilidade, mas nos mostra o caminho certo a seguir.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Autoridade afetiva


Também disponível em MP3.


Programa de 05/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala que muitas vezes transformamos as pessoas ao nosso redor em vítimas afetivas, principalmente quando maltratamos pessoas para as quais somos importantes, isto tem um poder muito grande para magoar as pessoas. Precisamos ter muito cuidado com aqueles que amamos para não os magoar desta maneira. Da mesma forma, precisamos usar de nossa autoridade afetiva para corrigir na hora certa e da maneira correta, não de uma forma agressiva, mas de uma forma que a outra pessoa reconheça que precisa mudar, sem se sentir acusada.

O amor é dinâmico


Também disponível em MP3.


Programa de 05/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo atende a uma mulher que voltou a morar com seu ex-marido e está com dificuldades em viver o relacionamento da forma com era antes. Padre Fábio responde que um casal precisa sempre estar aberto a se conhecer, mesmo já tendo vivido diversos anos juntos, pois o amor é dinâmico, não é sempre o mesmo, vai amadurecendo e mudando com o tempo.

O sentido de orar pelos mortos


Também disponível em MP3.


Programa de 05/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde a uma pessoa que pergunta sobre o sentido de orar pelos mortos, dizendo que este é um ensinamento da Igreja, pois na fé cristã acreditamos que aqueles que morreram fazem parte da comunhão dos santos, estão à caminho do encontro com Deus, e portanto podemos pedir as bênçãos de Deus também sobre eles. Mas além de pedir por quem se foi, também é importante agradecer por tudo o que vivemos na companhia daquela pessoa, o que também serve para curar as possíveis mágoas que ficaram com a perda.

Medo de perder relacionamentos


Também disponível em MP3.


Programa de 05/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde à uma mulher que quer ajuda pois é possessiva em seus relacionamentos. Temos a tendência para sermos possessivos pois não queremos viver na solidão. Este problema se agrava quando temos relações frágeis, por exemplo quando se tem muitos amigos, de maneira que não conseguimos estabelecer laços fortes. A possessividade também pode ocorrer com situações que vivemos, quando queremos controlar tudo ao nosso redor.

A sacerdotisa


Também disponível em MP3.


Programa de 05/Novembro/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo lê o seu poema "A sacerdotisa", e reflete sobre o texto, que fala da misericórdia de Deus. Sempre estamos abertos a receber a misericórdia de Deus, mas muitas vezes temos dificuldades em sermos misericordiosos com nossos irmãos. Muitas de nossas infelicidades são causadas por esta impaciência, ficamos tristes diante daqueles que nos magoam, sendo que se fôssemos misericordiosos diante da fraqueza alheia, teríamos muito mais condições de viver em harmonia com aqueles que nos são próximos.

domingo, 8 de novembro de 2009

Programa de 29 de Outubro

No programa do dia 29 de Outubro foi reapresentada a pregação Construindo pontes, que você pode rever aqui no blog, clicando aqui neste link.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Medo de voltar a amar


Também disponível em MP3.


Programa de 22/Outubro/2009. Neste vídeo Pe. Fábio de Melo e Gabriel Chalita respondem a uma pessoa que foi traída, e agora tem medo de amar. Quando se é traído, é como se uma grande ferida fosse aberta na alma, que torna difícil restabelecer outros relacionamentos. Mas diante de uma traição de alguém, não podemos cometer uma traição contra nós mesmos, que é a atitude de ficar constantemente se entristecendo pelo ocorrido, é preciso se esforçar e tomar consciência que as pessoas não são iguais, os erros de uma pessoa não podem ser generalizados para todos.

Medo de desagradar


Também disponível em MP3.


Programa de 22/Outubro/2009. Neste vídeo Pe. Fábio de Melo e Gabriel Chalita respondem a uma pessoa que diz ter medo de desagradar às pessoas, mesmo àquelas que não lhe querem bem. Eles falam que muitas vezes esta necessidade de agradar a todos acaba tendo o efeito contrário, pois a pessoa passa a ser vista como se estivesse agindo com falsidade, querendo que todos gostem dela. É preciso ser quem você é, com isto as pessoas que se agradam com o seu jeito estarão naturalmente dispostas a conviver com você. Com isto fica mais fácil compreender que a amizade é algo gratuito, senão não seria amizade, seria interesse. Amigos são amigos porque se gostam, não por causa do que o outro pode trazer de benefício.

Medos diversos


Também disponível em MP3.


Programa de 22/Outubro/2009. Neste vídeo Pe. Fábio de Melo e Gabriel Chalita respondem a diversas pessoas, falando sobre medo de não encontrar uma vocação profissional, medo da morte, e medo de falar em público.

Medo de não ser feliz


Também disponível em MP3.


Programa de 22/Outubro/2009. Neste vídeo Pe. Fábio de Melo e Gabriel Chalita respondem a uma pessoa que tem medo de não ser feliz, e a orientam a não colocar a sua felicidade em outra pessoa, pois no momento em que a pessoa nos decepciona, perdemos o motivo da nossa felicidade. Outra pessoa diz ter medo da morte, e a orientação dada é para que ela mude a forma como ela reage aos desafios da vida, pois com isto deixará de ter motivos para pensar na morte.

O medo em nossa vida


Também disponível em MP3.


Programa de 22/Outubro/2009. Neste vídeo Pe. Fábio de Melo fala que o medo é uma forma de tomarmos consciência de nossos limites, e também nos ajuda a ter cuidado com nossas atitudes. Mas o medo também pode se tornar algo ruim, se deixamos ele comandar nossa vida. Neste programa Padre Fábio de Melo recebe seu amigo Gabriel Chalita, e eles falam que a amizade, quando temos confiança nas pessoas, isto nos ajuda a superar os medos. Da mesma forma, quando projetamos sobre os outros a nossa felicidade, estamos cometendo um erro, pois a nossa felicidade não pode depender de uma pessoa.