terça-feira, 23 de junho de 2009

Duas formas de perdoar


Também disponível em MP3.


Programa de 11/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo atende a uma pessoa que pergunta se o perdão ocorre quando esquecemos o mal que nos foi feito, ou quando aprendemos a conviver com isto, respondendo que em ambas, pois estas são duas formas de perdoar. O mais importante do perdão é que ele deve atingir o nosso jeito de interpretar o outro, estar disposto a enxergar a pessoa que nos magoou de outra forma, permitir que ela mude. Muitas pessoas tem facilidade de esquecer o mal que lhes foi feito, e isto é algo bom, pois esta forma de perdão nos impede de acumular lixo em nosso coração. A outra forma, aprender a conviver com o acontecido, consiste em não permitir que a recordação do fato fique determinante em nossas vidas. Pois não se pode transformar um erro na vida em uma vida de erros, ou seja, uma pessoa que nos magoou não pode ser eternamente lembrada como alguém que nos quer mal, precisamos dar a ela a oportunidade da reconciliação.

A origem do mal


Também disponível em MP3.

Programa de 11/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde a uma pessoa que pergunta sobre a origem do mal, especificamente sobre lúcifer, se Deus não poderia perdoá-lo. Padre Fábio explica que lúcifer é um anjo que se rebelou contra Deus, não aceitou sua condição de criatura, e quis ser como Deus. Assim, Deus não criou o mal, mas nós é que o criamos em cada momento que optamos em nos afastar de Deus, por nossa própria vontade. Então não é que Deus não esteja disposto a perdoar aqueles fazem o mal, mas estes é que não querem o perdão, e quanto a isto Deus não obriga a nada, pois isto seria ferir a liberdade de suas criaturas. Padre Fábio ressalta que o mais importante não é ficarmos preocupados com a origem do mal, mas devemos nos preocupar em impedir sua ação no mundo.

O significado do jejum


Também disponível em MP3.


Programa de 11/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde a uma pessoa que pergunta qual o significado do jejum. O jejum não é simplesmente uma proibição, mas sim um instrumento para crescimento pessoal. Quando nos privamos de algo que gostamos, temos a oportunidade de educar nossos sentidos. O mesmo ocorre com as promessas, Deus não fica feliz quando subimos uma escada de joelhos, mas sim por aquilo que este gesto pode transformar em nós, em nossas atitudes.

Reagindo diante dos contrários


Também disponível em MP3.


Programa de 11/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre a música Contrários, e nos pergunta como reagimos diante dos contrários que a vida nos apresenta. Padre Fábio nos diz que é diante dos contrários que temos a oportunidade de crescer, pois são as dificuldades que nos fazem superar a cada dia nossos limites. Os limites são importantes também na educação dos filhos, onde os pais precisam ter consciência que a educação também se dá com os "nãos".

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Presença real de Jesus


Também disponível em MP3.


Programa de 04/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo atende a uma pessoa que não pode comungar, pois vive uma segunda união, e a incentiva a experienciar Jesus de outras formas, pois a presença real Jesus não ocorre apenas na Eucaristia, mas também em Sua Palavra, e também nos irmãos. Padre Fábio compara a presença de Jesus na Palavra à uma carta, quando alguém nos envia uma carta e nós tratamos este gesto com o devido cuidado, é como se pudéssemos sentir a presença da pessoa que a enviou, apesar da distância.

Amor não é prisão


Também disponível em MP3.


Programa de 04/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre os relacionamentos que parecem amor, mas são prisões, muitas vezes alimentadas pelo ciúme doentio. Muitas pessoas acham que amam o seu namorado ou namorada, mas na verdade apenas se acostumaram com a situação, e vivem presas, se tornam objetos. Amar é querer bem, e não aprisionar a pessoa amada como se fosse sua dona. Padre Fábio diz que muitas vezes esta prisão surge da liberdade excessiva de muitos casais de namorados, que vivem como se já estivessem casados. O namoro não tem este objetivo, e deve ser respeitado, tudo tem o seu tempo.

Santidade e perfeição


Também disponível em MP3.


Programa de 04/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde a alguém que pergunta como chegar à santidade, dizendo que por muito tempo se associou a santidade à perfeição. Jesus nos chama a sermos santos, mas para sermos santos não é preciso ser perfeito, pois perfeito é aquilo que está pronto, que não precisa ser mudado, e nosso objetivo não é este, mas sim evoluir continuamente. Ser santo significa ter consciência da própria fragilidade, nós vivemos na santidade quando trabalhamos o que é frágil em nós, buscando sermos melhor.

O caminho e a chegada


Também disponível em MP3.


Programa de 04/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo reponde a uma pessoa que pergunta por que Moisés não viu a Terra Prometida, apesar de ter feito tanta coisa pelo povo de Deus. Pe. Fábio diz que Moisés não viu a Terra Prometida, mas de certa forma a experimentou durante o caminho pelo deserto, pois muitas vezes o mais importante não é chegar, mas sim como se chega. O processo que se vive durante a caminhada é tão ou mais rico do que o objetivo final que se está perseguindo.

O poder da amizade


Também disponível em MP3.


Programa de 04/Junho/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre o poder da amizade, nos lembrando que o cristianismo nasceu de um grupo de amigos, Jesus soube ser verdadeiramente humano, sua palavra os unia de tal forma que seus amigos se dispuseram a dar a vida por esta Palavra de amor, fazendo nascer o cristianismo. Padre Fábio nos lembra também que o fato de sermos cristãos nos impele a ser como Jesus, o tempo que temos com nossos amigos precisa ser usado para amar, pois é este amor que nos move a mudar o mundo.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Vencendo os medos, alcançando milagres

Esta pregação "Vencendo os medos, alcançando milagres", foi feita por Padre Fábio de Melo no Kairós que ocorreu na Canção Nova no dia 24 de maio de 2009.

Você também pode fazer o download do vídeo através deste link, também disponível em MP3. Para saber a melhor forma de baixar os arquivos, veja as instruções clicando aqui.

domingo, 7 de junho de 2009

A relação entre fé e espiritualidade


Também disponível em MP3.


Programa de 28/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde à pergunta "Espiritualidade se aprende, ou já nascemos com este dom?". Espiritualidade é uma forma de viver a fé, que está de acordo com o nosso jeito de ser, por isso temos diferentes espiritualidades na Igreja, apesar de ser a mesma fé. As espiritualidades são formas que vão sendo descobertas e sendo colocadas como opções para que possamos viver e experienciar a nossa fé. Podemos viver nossa fé não apenas quando estamos dentro de uma igreja, mas também em nosso dia a dia, de acordo com nossa sensibilidade para perceber a presença de Deus. Quanto mais conseguirmos enxergar a presença de Deus ao nosso redor, mais fácil será respeitar as pessoas, e cuidar do ambiente em que vivemos.

Santos são setas


Também disponível em MP3.


Programa de 28/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre a adoração às imagens, dizendo que isto é idolatria, e que não deve acontecer em lugar nenhum. A doutrina católica não aceita a adoração de imagens, as imagens que existem nas igrejas católicas servem apenas para nos fazer lembrar das pessoas que estão ali retratadas. Os santos não são nada mais do que pessoas que viveram na radicalidade uma virtude do Evangelho, servindo como exemplos a serem seguidos, de acordo com o estilo de vida de cada um. Ao olharmos para uma imagem, não estamos acreditando que ela possa fazer algo por nós, mas ela serve para nos fazer admirar a vida daquele santo, alguém como nós, que nas suas experiências humanas soube viver corretamente. Os desvios de comportamento que existem com relação às imagens devem ser reorientados, para que se compreenda este real valor das imagens. Os santos são setas que nos apontam o Caminho, Jesus.

Fazer a vontade de Deus


Também disponível em MP3.


Programa de 28/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde à pergunta "Como saber que estamos fazendo a vontade de Deus?" falando que ele costuma dizer que a melhor forma de fazer a vontade de Deus é usar o bom senso, agir à partir de decisões muito bem fundamentadas, contando inclusive com a opinião das pessoas que nos amam de verdade. Deus não se manifesta apenas através de anjos, ou de uma voz que vem do alto, mas também através das pessoas e situações em nossas vidas.

Pessoas não são objetos


Também disponível em MP3.


Programa de 28/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde à pergunta "Por que a Igreja é contra a camisinha?" dizendo que a questão da sexualidade humana não pode ser reduzida à poder ou não poder usar preservativo, pois ele pode até proteger de algumas doenças, mas não protege do principal mal causado à pessoa, que é ser tratada como um objeto descartável, que não é amado.

Somos filhos adotivos de Deus


Também disponível em MP3.


Programa de 28/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre o significado de sermos irmãos de Jesus. Ao sermos batizados nós somos mergulhados na filiação de Jesus, passamos a ser filhos adotivos de Deus. Pe. Fábio ressalta que a filiação adotiva tem uma beleza especial, pois um filho adotivo é amado por um querer de seus pais, diferente dos filhos naturais, que são amados de forma quase que "automática", pois os pais tem uma responsabilidade biológica na cração daquele filho. Deus quis nos amar desta forma especial, e para que pudéssemos nos tornar seus filhos, nos enviou Jesus para nos salvar.

terça-feira, 2 de junho de 2009

A fé e a emoção


Também disponível em MP3.


Programa de 21/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo responde a uma pessoa que pergunta qual a mudança que ocorre em nós quando passamos a ter fé. Pe. Fábio diz que muitas vezes a fé passa pela emoção, pela sensação, onde podemos de alguma forma perceber de forma sensível a presença de Deus em nossas vidas. Mas a emoção não é algo indispensável para vivermos nossa fé, a emoção deve nos levar a uma convicção mais profunda, que não depende da emoção, é algo também racional.

Amizade e amor


Também disponível em MP3.


Programa de 21/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo atende a uma pessoa que está gostando de um amigo, mas não está sendo correspondida, e está em dúvida se deve esquecer e manter a amizade. Padre Fábio diz que não devemos investir em um relacionamento se soubermos que não há chance de acontecer. Muitos sofrimentos afetivos nascem das espectativas que criamos sobre relacionamentos que não podem se concretizar. Outro problema que pode ocorrer é, ao tentar fazer do amigo um namorado, perder a amizade. Situações como esta devem ser muito bem avaliadas, para ver se há mesmo chance de o relacionamento se concretizar, pois também podem dar muito certo. Quando se inicia um namoro a partir de uma amizade que já existia fica mais fácil o relacionamento, pois já se conhece, devido à amizade, as qualidades e os defeitos da outra pessoa.

Na perseguição devemos olhar para Cristo


Também disponível em MP3.


Programa de 21/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo atende a uma pessoa que sofre perseguição por sua opção em viver uma vida cristã, dizendo que temos limites naturais que nos levam a pecar quando encontramos os limites do nosso próximo. Quando decidimos mudar de vida as perseguições surgem, e elas vêm daqueles que ainda não tomaram este decisão. Quando isto acontecer, devemos fixar nosso olhar em Cristo, e parar de olhar para as calúnias daqueles que ainda vivem longe do Caminho.

Amar também é podar


Também disponível em MP3.


Programa de 21/Maio/2009. Neste vídeo Padre Fábio de Melo fala sobre a música Deus cuida de mim, e reflete sobre a parte em que fala das portas que se abrem e outras que se fecham, dizendo que cuidar não é apenas abrir portas, mas também saber quando fechá-las. O amor também se manifesta naquilo que negamos, um exemplo é a atitude dos pais, que precisam saber o momento certo de dizer não aos filhos. Padre Fábio compara as portas fechadas com a poda das árvores, uma árvore só é podada porque o jardineiro sabe que aquilo é preciso para que a árvore possa crescer do jeito certo. Uma correção que alguém nos faz é uma poda, e devemos ouvir esta palavra quando ela vem de alguém que nos ama, pois nos ajudará a crescer; se vier de alguém que nos quer mal, devemos apenas deixar passar, sem ficar na defensiva.